Blog

15dez2020

Responsabilidades compartilhadas – Síndico & Administradora


O síndico é geralmente , o principal responsável pelo condomínio, no entanto, a administradora também pode ser responsabilizada judicialmente caso venha a acontecer algum problema na administração do condomínio.
A administração do condomínio requer uma grande responsabilidade do síndico e da administradora, por isso, o bom relacionamento entre síndico e administradora é essencial para uma boa gestão.
Problemas de relacionamento entre síndicos e administradoras podem resultar em falhas de comunicação, atrasos nas melhorias do condomínio, dificuldade no controle da inadimplência; Para evitar esses impasses, é essencial que o síndico atue com foco no objetivo principal, ou seja, garantir a excelência na administração e bem estar do condomínio, afinal as principais vítimas de um relacionamento conturbado entre síndico e administradora são os próprios condôminos, cuja vida e imóveis são afetados por possíveis erros ou pela má administração.
Com o aumento no número de condomínios residenciais e comerciais no Brasil o Código Civil de 2002 trouxe consigo um capítulo inteiro regulamentando as relações dentro do âmbito condominial. É nele que estão todos os artigos sobre as responsabilidades do síndico perante o condomínio, desde questões como prestação de contas e assembleias gerais, até a terceirização dos serviços do síndico.
O item II do Art. 1.348 determina que o síndico é o representante oficial do condomínio. Isso significa que se ocorrer algum problema durante a gestão e for comprovado que o síndico agiu de forma incorreta ou de má fé, pode resultar na responsabilização do síndico, tanto na esfera civil quanto na criminal, bem como a sua destituição do cargo.
Dessa forma, também há a responsabilidade civil do síndico por omissão. Logo, não fiscalizar corretamente o trabalho da administradora e omitir informações ao conselho fiscal, aos condôminos e aos funcionários também se enquadra como contravenção.
Da mesma forma que ocorre com o síndico, a responsabilidade civil da administradora com relação ao condomínio se refere às situações em que a empresa; não segue as normas da legislação, desobedece às regras da convenção do condomínio ou não cumpre com o estabelecido no contrato.
O síndico é o principal responsável por fiscalizar o trabalho da administradora dentro do condomínio.
A administradora tem por objetivo principal trabalhar alinhada aos síndicos e demais condôminos e quando a mesma também ocupa a sindicância, terá a responsabilidade redobrada, sempre com o foco em todos os clientes-condôminos.

  • 15 dez, 2020
  • patrimonio
  • 0 Comentários

Compartilhe

Categorias

Comentários